quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

YOUR NAME


Mas que imagens bonitas tem esse filme. As cores e a iluminação são verdadeiras pinturas que nos saltam aos olhos nessa animação convencional que é muito bonita e rara de se ver hoje em dia. Tudo é bem feito nesse filme, que já recebeu elogios de críticos que o colocaram no pedestal de melhor animação de 2017, e de fato ele possui qualidades para tanto. É um achado que merece divulgação. Se você pesquisar na internet, particularmente em grupos do Facebook, perceberá que o filme possui um exército de admiradores. Produzido pela CoMix Wave Films, foi escrito e dirigido por Makoto Shinkai, pode ser um filme esquecido pelo Óscar ou por outras premiações de grande porte, mas que não fica atrás dos ganhadores, e desde seu lançamento no Japão em 2016, vem recebendo vários prêmios e honrarias que explicam o porquê desse filme já ter recebido mais de USD 350 milhões em bilheteria e ter uma produção live action prometida.

A história é simples e chega a ser bem adolescente, que é seu público alvo. Numa pequena cidade rural do Japão, chamada Itomore, vive a colegial Mitsuha, cansada de sua vida sem aventuras e da sua pacata vila, onde nada acontece e não há lugares divertidos para ir. De repente ela começa a trocar de corpo com um garoto chamado Taki, que vive na movimentada Tokio. Passam a se comunicar um com o outro primeiramente por anotações no corpo até avançar para mensagens deixadas em seus celulares, para que consigam passar o dia em que um está no corpo do outro, sem atrapalhar na vida de cada um. Mas lógico que isso não dá certo, e quanto mais geram confusão um para o outro, mais eles vão se sentindo mais próximos.


Contudo não é um filme direcionado ao público infantil, que pode achar um tanto monótono, a não ser que a criança já esteja acostumada à animes, mas serão adolescentes e adultos que irão gostar mais dessa história e mergulharão nesse romance inusitado. Para quem acredita que o universo conspira ao favor de encontros improváveis que resultem num grande amor ou apenas que almas gêmeas estão fadadas a ficarem juntas independente das impossibilidades que os cercam. Mas para quem acha que tudo em Your name se resume a um romance adolescente sentimental, saiba que não. Antes da primeira hora terminar você leva um soco no rosto que vem em forma de surpresa que te deixa encafifado. Pequenos socos lhe serão desferidos até o final, e muito pouco lhe pode ser revelado agora.

Mesmo para quem não acredita que temos uma mão onipresente no ajudando a cumprir nossos objetivos, não resta dúvidas de que quase tudo o que fazemos depende que vontades alheias às nossas escolhas, estejam em harmonia. Quando estamos com um grande problema podem acontecer duas coisas: sermos surpreendidos com um acontecimento que nos ajuda do nada e nos salva dessa complicação, ou uma sucessão de erros transformam o problema em algo pior. Pode até ser que a dificuldade persista e que você tenha que conviver com ela. Mas o que faz cada uma dessas consequências ocorrerem? Em Your Name, dois jovens sem nenhuma relação precisam se conhecer, e da maneira mais fantástica isso ocorre. Esse jeito que o universo os une é a maneira encontrada para se conectarem. Mas se você parar para pensar e tirar a parte fantástica da trama, verá que muitos relacionamentos começam a acontecer de forma parecida. Numa festa você conhece alguém que não era para estar lá, ou ajuda uma pessoa num dia de chuva e fica com ela por anos a fio.


Outros pontos que o filme aborda são as escolhas do ser humano. O que faz Taki conhecer Mitsuha pode não ter sido sua escolha, mas as suas atitudes são as determinantes para que seu futuro seja delineado. Não importa o que ocorra na sua vida, são suas escolhas que te causarão as maiores mudanças e te guiarão em seu caminho. E mesmo que você não saiba o que fazer no momento mais crítico, o universo lhe dará uma mãozinha, seja te acalmando ou colocando alguém na sua direção. Às vezes pode ocorrer o inverso, onde tudo tem que dar errado e você xinga a Lei de Morphy, mas depois de anos você não consegue imaginar sua vida diferente. Realmente um filme que merece ser visto.


Nenhum comentário:

Postar um comentário