sexta-feira, 19 de agosto de 2016

SHERLOCK


A primeira lembrança que tenho do Sherlock Holmes é de um episódio dos Trapalhões, onde Didi está com a fantasia do detetive tentando descobrir a identidade de um assassino, e o Mussum era o mordomo. Ou pode ter sido o desenho da Disney, O Ratinho Detetive, ou o Cebolinha tentando desvendar um mistério, enfim, as referencias ao famoso detetive parece não ter fim. Dezenas de séries, ou personagens de desenhos animados utilizaram a boina, casaco, e cachimbo do detetive mais famoso do mundo. As versões mais recentes e que vem logo à cabeça dos mais jovens é a encarnada por Robert Downey Jr. dos dois filmes lançados até agora, onde Sherlock parece uma versão antiga de Tony Stark, o Homem de Ferro. Outra versão atual, a série da BBC, Sherlock, situa o detetive nos dias atuais e dão um aspecto diferente e ao mesmo tempo presta uma homenagem ao velho personagem.

Lançada em julho de 2010, cada episódio tem um pouco menos de 90 minutos, e as temporadas estreiam de dois em dois anos com três episódios. Parece pouco, mas comparando com as continuações de filmes feitos para o cinema, uma vez que os episódios tem praticamente a duração de um filme e contam com duas estrelas como protagonistas. Outro ponto positivo é ser produzida na Inglaterra, lar do detetive e seu criador, Arthur Conan Doyle. Cada capítulo abrange um mistério diferente, adaptados dos romances e contos escritos pelo autor. Um estudo em vermelho, O cão dos Baskerville e até os contos que tratam da desavença de Sherlock contra seu maior rival, o genial criminoso Dr. Moriarty. Para quem já leu os livros e conhece as histórias do detetive, não se desespere, pois os mistérios também foram modernizados e mesmo conhecendo a história nós somos surpreendidos pelo desfecho. Na verdade a série agradará principalmente quem já leu essas obras.
Resultado de imagem para sherlock serie

Aqui Sherlock é um sociopata super inteligente. A mania de deduzir os acontecimentos e hábitos da pessoa apenas olhando para ela é corriqueiro e chega a ser desagradável em alguns momentos, para nossa diversão, ainda mais quando ele explica para seu parceiro Watson como ele conseguiu chegar nessas deduções. Por isso ele não tem muitos amigos, sendo considerado esnobe e arrogante. Seu sobretudo é sua marca registrada, pois nos dias atuais ao seu chapéu característico não está muito na moda, mas seu local de trabalho continua sendo sua casa, na famosa Baker Street. Seu modo peculiar de trabalho e resultados positivos lhe deram fama e respeito da polícia, mesmo muitos policiais não gostando dele, mas sempre pedindo ajuda quando o mistério está difícil de ser solucionado. Sempre estar à frente dos outros e parece gostar de explicar suas deduções e deixar todos para traz. Alguns temem que um dia ele mesmo seja o grande serial killer a ser caçado, devido ao temperamento e necessidade de causar mistérios para serem solucionados, ou simplesmente por terem inveja da inteligência do detetive.


O ator britânico Benedict Cumberbatch parece adorar personagens nerds. Já interpretou Stephen Hawking, o dragão Smaug e o Necromante (ambos da trilogia Hobbit), o vilão Khan de Star Trek - Além da escuridão, até Julian Assenge do site dedo duro WikiLeaks, e claro, será o mago Dr. Estranho da Marvel. E também fez um ótimo Sherlock Holmes, que vai te cativando de tal maneira que você não consegue tirar o olho dele quando ele está em cena. Já Watson, Interpretado por Martin Freeman (o Bilbo de O Hobbit) é o alívio cômico. Ex-soldado e médico, se embrenha nos casos do detetive e serve como ponte entre o expectador e a trama, sempre necessitado de explicações para o modus operandi do amigo detetive. Após Watson conhecer o novo colega que irá dividir o apartamento, a amizade dos dois parece instantânea, mas ser amigo de Sherlock é uma tarefa difícil e ao mesmo tempo empolgante. Watson é o maior fã do detetive, e o ajuda em vários casos, arriscando sua vida no processo. Na verdade Watson vê nessa nova vida uma oportunidade para fugir de sua vontade de estar em ação como o soldado que era.

Outro personagem importante e o irmão de Sherlock, Mycroft Holmes (que também foi uma peça importante na HQ A Liga dos Cavaleiros Extraordinários). Ele é um agente britânico que tem uma relação conflitante com o irmão, mas um utiliza o outro quando necessário. Se por um lado Mycroft utiliza os dons do irmão para desvendar mistérios, por outro ele é usado indevidamente para conseguir acessos a lugares e informações restritas por Sherlock. O ator Mark Gatiss que interpreta Mycroft é também um dos criadores da série. E tem mais chegando em 2016. Tomara.