domingo, 17 de julho de 2016

SCORPION X SUB-ZERO


Até que o Liu Kang tenta, mas os criadores de Mortal Kombat não conseguiram lhe dar o título de lutador mais querido do jogo lançado em 1992. Diferente de Street Fighter que tem no Ryu o personagem mais emblemático e querido (o mais escolhido pelos gamers também), em Mortal Kombat o sucesso está nas mãos de uma dupla de ninjas que servem o lado mal do jogo, pelo menos inicialmente. Scorpion e Sub-Zero são os personagens prediletos do jogo de luta mais sangrento que existe, presença garantida em todos os jogos lançados desde 1992, marca que apenas o Deus do Trovão Rayden conseguiu alcançar. Mais de vinte anos depois, a dupla de ninjas fazem parte dos personagens mais importantes de Mortal Kombat X, e imaginar essa franquia sem esses personagens é igual a assistirmos ao filme de Indiana Jones sem Harrison Ford.


A rivalidade entre essas duas figuras é culpa do feiticeiro Quan Chi. Enquanto Scorpion, cujo verdadeiro nome é Hanzo Hasashi, único sobrevivente do clã Shirai Ryu, age como um mercenário e é contratado pelo feiticeiro para encontrar um mapa em um templo Shaolin. Secretamente, Quan Chi contrata o serviço do mais valoroso membro do clã rival, os Lin Kuei, para garantir o sucesso na busca. Trata-se de Bi Han, o Sub-Zero, que consegue encontrar o mapa, juntamente com seu rival, e numa disputa para ficar com o mapa, ele assassina impiedosamente seu adversário. Após retornar para seu clã, Quan Chi paga ao chefe do clã Lin Kuei o que havia prometido: os ossos do chefe do clã Shirai Ryu, em que Scorpion fazia parte, revelando que todos os outros membros também foram exterminados. Lógico que a autoria dessas mortes só foram descobertas por Scorpion tempos depois, mas até lá a rivalidade dos dois ninjas só aumentou.


Scorpion se torna um soldado infernal, nutrindo um ódio mortal por Sub-Zero. Quando seu oponente desce ao inferno para reaver um talismã que estava em posse de Quan Chi, encontrado por intermédio do misterioso mapa, os dois ninjas se enfrentam novamente. Mais uma vez Sub-Zero sai vitorioso. Scorpion então utiliza todo o seu tempo para estudar seu adversário e aprimorar suas técnicas. Como cria do inferno e tendo o fogo como elemento representativo, a marca registrada de Scorpion é um tipo de corrente que sai de suas mãos e ataca o inimigo, além de lutar com suas espadas e transfigurar sua aparência em caveira que solta chamas pela boca. Já Sub-Zero, como o próprio nome afirma, é mestre em manipulação do gelo, para delírio dos jogadores apelativos que congelam seu “amiguinho” sem dar chance de se defender. Ao saber que Sub-Zero fora convidado para participar do próximo torneio Mortal Kombat, Scorpion entra no torneio para se vingar.

Toda essa primeira parte é contada no game Mythologies: Sub-Zero, lançado em 1997, cinco anos depois do primeiro Mortal Kombat. Em 1992, MK já começa no torneio e não sabemos as intenções dos dois personagens logo no início. Enquanto Scorpion intenciona a morte de Sub-Zero, o ninja do gelo tem a missão de matar o feiticeiro Shang Tsung. Finalmente Scorpion consegue vencer Sub-Zero, e após derrotá-lo ele arranca a cabeça do ninja, que sai com espinha e tudo. Rayden e Cia vencem esse torneio, sendo que Liu Kang derrota não somente Shang Tsung, mas também o grandalhão de quatro braços, o shokan Goro. Uma revanche é armada e Scorpion estranha quando um lutador com os trajes de Sub-Zero faz parte desse novo Mortal Kombat, e acaba descobrindo tratar-se do irmão de Bi Ham, Kuai Liang, que tenta encontrar o assassino do irmão.


O novo Sub-Zero tem o coração mais puro, e Scorpion vê isso em suas atitudes, e como um meio de redimir suas faltas, ele decide ser um protetor para Kuai Liang. Para diferenciar um personagem do outro, em MK III o novo Sub-Zero aparece sem máscara, numa época em que ele decide não se voluntariar para ser robotizado conforme o ocorrido com Sektor e Cyrax. Sendo confundido com o primeiro Sub-Zero, Kuai Liang foi atacado por Liu Kang e Kung Lao, que causou a enorme cicatriz em seu rosto com o chapéu laminado. Mas esse não foi o fim da rivalidade entre os dois personagens mais icônicos do game. Após ser morto, Bi Ham tem sua alma absorvida por Shinoke e entra para a Irmandade das Sombras, tornando-se Noob Saibot, sempre agindo nas sombras e trabalhando secretamente para seu novo mestre. Em todo caso a história principal desses dois personagens é essa, o que renderia um ótimo filme, muito melhor do que s porcarias que foram lançadas até agora sobre o universo de Mortal Kombat.