quarta-feira, 9 de março de 2016

CAPITÃO PLANETA


Bem no início dos anos 90 conseguimos acompanhar na extinta TV Colosso a luta do herói Capitão Planeta contra as forças poluidoras. Já naquela época estávamos de olho nos problemas ecológicos que o mundo estava passando e que hoje já não tem mais jeito em muitos lugares do mundo. Criado sob encomenda de Ted Turner, criador do canal CNN e Cartoon Network, o desenho tinha como objetivo alertar as crianças sobre o mal da poluição e da irresponsabilidade ecológica.

O desenho relatava os esforços de cinco jovens que foram escolhidos pela entidade Gaia, que representa o planeta Terra, para portarem os anéis mágicos que representam os elementos da natureza. Gaia toma essa atitude por perceber os rumos que o crescimento populacional e a utilização de recursos do planeta estavam tomando. Podendo apenas se manifestar na Ilha Esperança, ela deposita sua fé de conseguir melhorar o mundo nos cinco jovens chamados por ela de Protetores.


Kwame, oriundo de Gana, muitas vezes considerado o líder do quinteto, é o portador do anel da terra, com o poder de criar tremores no solo e mudar a densidade da terra de rocha para lama. Aparenta ser o mais responsável do grupo, diferente de Joey, portador do anel do fogo, que sempre se mete em confusões e não entende muito de ecologia. Seu anel pode soltar rajadas flamejantes e iluminar locais escuros, ele também é o rebelde do grupo. Nascido em Nova York e de cabelo ruivos, representa os norte americanos, sempre fazendo piadinhas e tem uma queda pela loira soviética Linka, que recebeu o anel do vento. Ela possui um grande conhecimento em informática e tecnologia. Outra garota no grupo é a asiática Gi (ou Gee), muito inteligente e com o anel da água, capaz de controlar ondas e dar formas à água. O último integrante, sentimental sul americano Ma-Ti, citado como indígena e portador do anel que representa o coração, pode ser de nacionalidade brasileira, mas não é confirmado. Assim a série tinha os membros de várias etnias, com o propósito de conscientizar os quatro cantos do mundo.

Mas quando os problemas eram graves demais, onde as ações dos jovens não davam conta, eles uniam os poderes dos anéis fazendo surgir o herói do meio ambiente, o Capitão Planeta. Cada jovem levantava o punho ao ar gritava o elemento de seus anéis – terra, fogo, vento, água e coração - e com a famosa frase “Pela união dos seus poderes, eu sou o Capitão Planeta”, e pronto, o problema poderia ser resolvido.


Com seus cabelos verdes, pele cristalina, luvas e botas vermelhas e um símbolo global no peito, Planeta tinha superpoderes ligados também aos elementos da natureza. Cada episódio trazia uma mensagem, e os vilões tinham seus diferentes motivos, mas com o mesmo resultado: poluição e degradação ambiental.

A representação desses vilões tem como pano de fundo os reais poluidores de nosso mundo. O Porco Greedly representava a industrialização descontrolada, já a Drª. Blight, com uma mexa de cabelo lhe caindo o olho direito escondia um acidente decorrente de suas experiências com toxinas, ácidos e artefatos biológicos que ela espalhava no ambiente. Outro vilão emblemático era o Verminoso, meio rato e meio homem, fruto de falta de saneamento público e representava a descuido no tratamento de esgotos e expansão urbana sem organização e planejamento. Após derrotar esses vilões o Capitão, ciente que não poderia vencê-los sozinho, clamava “o poder é de vocês” e desaparecia.


A animação pode ter feito vários jovens se conscientizarem a fazer sua parte, não jogando lixo nas ruas, reciclando, etc. Dificilmente alguma criança gostaria de estar no lugar de Verminoso ou do Porco ao invés do Capitão Planeta, que em 2013 estava em negociação com produtores da Sony para que seja feito um filme, mas até agora não tivemos novas notícias, o que temos é um trailer muito bem feito por fãs (abaixo) e uma série de vídeos engraçados (e toscos) do Capitão Planeta, interpretado por Don Cheadle (!?), que podem ser encontrados facilmente no You Tube. Acredito que os chineses não assistiam ao Capitão Planeta.